SOBRE A REVISTA

 

FOCO E ESCOPO

A Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais (RBEUR) é uma revista de acesso aberto, com licença Creative Commons (Atribuição CC-BY), que tem como missão publicar estudos relevantes sobre temas de planejamento e estudos urbanos e regionais e contribuir para o adensamento do debate nacional e internacional, expressando a diversidade disciplinar, temática, e conceitual do campo de conhecimento.
A RBEUR pertence à Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional (ANPUR), fundada em 1983, que aglutina e representa programas de pós-graduação e centros de ensino e/ou pesquisa das áreas do planejamento urbano e regional, do urbanismo, da geografia, da economia, da administração pública, das ciências sociais, do direito, do desenvolvimento regional, da demografia, entre outras.

O conteúdo da revista se dirige a um público multidisciplinar de professores, pesquisadores, estudantes e profissionais do campo do planejamento e dos estudos urbanos e regionais. Além de chamadas temáticas, a revista mantém um fluxo contínuo de submissão de artigos e resenhas para publicação, nos idiomas português, inglês e espanhol.

Criada em 1999, a RBEUR vem se consolidando como o principal periódico na área de Planejamento Urbano e Regional no Brasil. Até 2019, manteve a versão impressa, quando adotou o formato de publicação continuada exclusivamente digital. A RBEUR está registrada com o ISSN eletrônico 2317-1529 e o ISSN impresso 1517-4115 (até volume 21), e abrange as seguintes seções temáticas:

Planejamento e Políticas Públicas 
Palavras-chave: Planejamento urbano e regional; Governança, participação e gestão urbana e regional; Políticas e programas urbanos e regionais; Serviços urbanos; Políticas habitacionais; Métodos, técnicas e instrumentos de planejamento; Financiamento de políticas urbanas e regionais.

Espaço, Economia e População
Palavras-chave: Desenvolvimento regional; Conflitos e tendências espaciais do capitalismo; Integração, reconfiguração e desequilíbrio econômico no território; Fluxos populacionais e migrações; Trabalho, renda e mobilidade sócio espacial; Financeirização e produção de espaço; Inovação tecnológica.

Território, Cidadania e Direitos
Palavras-chave: Espaço público; Justiça social e socioambiental; Desigualdade e segregação sócio espacial; Participação e assessoria técnica e novos perfis formativos; Movimentos sociais, apropriação espacial e direito à cidade; Atores, minorias e territorialidades; Desenvolvimento local e comunitário.

Cidade, História e Cultura
Palavras-chave: História e memória da cidade, do urbanismo, da habitação e da arquiteturaProcessos de urbanização; Histórias da política e da gestão urbana; Cidade, patrimônio cultural e culturalização urbana; Configuração urbana, imagens e representações da cidade.

Ambiente, Gestão e Desenvolvimento
Palavras-chave: Políticas ambientais; Desenvolvimento sustentável; Mudanças climáticas, justiça ambiental; Desenvolvimento rural, novas ruralidades e fronteiras rural/urbano; Reservas e recursos naturais; Paisagem, memória ambiental, natureza e urbanização.

 

PROCESSO DE AVALIAÇÃO PELOS PARES

Uma avaliação inicial será realizada pela Comissão Editorial para verificar se o manuscrito submetido se encaixa no escopo, no formato e/ou nos padrões acadêmicos da RBEUR. Caso aprovado, ele será encaminhado para a avaliação cega e por pares de pareceristas com domínio sobre o conteúdo específico do trabalho, externos à Comissão Editorial da RBEUR, podendo ser de instituições nacionais ou estrangeiras.

Em caso de discordância entre as avaliações dos/as dois/duas pareceristas, o manuscrito será encaminhado a um/a terceiro/a avaliador/a, também reconhecido na área específica do trabalho, a fim de dirimir as dúvidas sobre a propriedade ou impropriedade da publicação do manuscrito, tendo em conta tão somente a sua qualidade acadêmica.

Os manuscritos são avaliados levando-se em conta:

a) clareza dos objetivos;

b) pertinência da metodologia frente aos objetivos;

c) consistência entre fundamentação teórica, objetivos, metodologia e resultados;

d) domínio e atualidade da bibliografia;

e) uso de referências da literatura internacional que analisam casos empíricos semelhantes, quando aplicável;

f) qualidade da redação (escrita e estrutura do texto);

g) originalidade, pertinência e relevância do tema para publicação.

Após a avaliação, os manuscritos podem ser recomendados a:

a) publicação sem modificações;

b) publicação com modificações não substanciais;

c) publicação com modificações substanciais;

d) rejeição.

Os artigos aprovados são publicados em média até 1 ano após a sua submissão. O processo de avaliação dos manuscritos submetidos às chamadas temáticas (Dossiês) será estritamente igual ao dos artigos encaminhados para fluxo contínuo.

Somente serão aceitos artigos submetidos pelo sistema online no endereço: https://rbeur.anpur.org.br/rbeur/submission/wizard. Em nenhuma hipótese serão aceitas submissões por e-mail.

 

PERIODICIDADE

A RBEUR é publicada em um único volume anual, seguindo o formato de publicação continuada. O artigo é publicado imediatamente após o término do processo de edição.

 

SOBRE A CIÊNCIA ABERTA

A RBEUR vem praticando e aperfeiçoando iniciativas e políticas associadas à Ciência Aberta. Com ênfase na disseminação do conhecimento, a revista disponibiliza todo os documentos publicados em repositórios digitais de acesso gratuito e de visibilidade internacional. Medida que vem acompanhada por um plano de arquivamento que garante a preservação e restauração de seu conteúdo. 

Para além da prática usual de publicação dos resultados de pesquisa, busca-se incentivar o compartilhamento dos dados gerados pelas pesquisas publicadas, favorecendo a colaboração entre pesquisadores e o reuso dos resultados. 

Por meio de uma política de Dados Abertos, a RBEUR incentiva e disponibiliza um espaço para a publicação dos dados gerados pelas pesquisas publicadas. A disseminação é viabilizada por meio da publicação de anexos, desde que estejam resguardados os aspectos éticos, de privacidade, de segurança e de propriedade intelectual dos dados que se tornarão públicos.

 

POLÍTICA DE ACESSO LIVRE

A RBEUR oferece acesso aberto e imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização e intercâmbio global do conhecimento.

A RBEUR é signatária da Declaração de Dora sobre Avaliação da Pesquisa, cujas recomendações podem ser consultadas no endereço: https://sfdora.org/read/pt-br/

 

ARQUIVAMENTO

A RBEUR utiliza o sistema PKP Preservation Nework para garantir a preservação e a restauração de todo o conteúdo por ela publicado.

 

INDEXADORES, REPOSITÓRIOS E BASES DE DADOS

SCIELO - The Scientific Electronic Library Online

REDALYC - Red de Revistas Científicas de América Latina y el Caribe, España y Portugal

ARLA - Asociación de Revistas Latinoamericanas de Arquitectura

BASE - Bielefeld Academic Search Engine

Diadorim - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras 

DOAJ - Directory of Open Acess Journals

Google Scholar

InfoHAB - Centro de Referência e Informação em Habitação

Latindex - Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal

LatinREV - Red Latinoamericana de Revistas Académicas en Ciencias Sociales y Humanidades

PKP Index - Public Knowledge Project

PoPA - Portal de Periódicos da ABEC

Portal de Periódicos da CAPES

REDIB - Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico


ÉTICA, MÁ CONDUTA E DETECÇÃO DE PLÁGIO

A RBEUR defende princípios éticos no processo de produção e divulgação do conhecimento científico, o que implica o comprometimento de todas as pessoas envolvidas no processo editorial: autores, editores, pareceristas e instituição responsável.

Seguindo as recomendações de boas práticas editoriais elaboradas por associações internacionalmente reconhecidas, como o Committe on Publication Ethics (COPE), desenvolvemos um sistema de responsabilidade e de controle comprometido com os valores da transparência, da isonomia e do rigor científico. Para isso, pedimos que os responsáveis pela produção, seleção, revisão e divulgação dos artigos sigam as seguintes orientações:

1. Os autores devem:

. Garantir que os textos submetidos são originais e inéditos e que não estão em avaliação em outros periódicos.

. Identificar a contribuição de cada autor em caso de coautoria, conforme indicado na seção “Normas para Publicação”.

. Responder com honestidade e celeridade as questões e os pedidos do corpo editorial durante todo o processo de avaliação por pares.

. Estar preparado para correções, esclarecimentos, retratações e pedidos de desculpas caso a prática de plágio, fraude e/ou erro se confirme.

. Informar imediatamente o corpo editorial caso encontre algum erro no material em avaliação,

. Declarar a existência de qualquer conflito de interesse em potencial, conforme indicado na seção “Normas para Publicação”.

. Assumir a inteira responsabilidade pelo conteúdo do trabalho submetido.

2. Os editores devem:

. Ter o direito de não publicar trabalhos que, mesmo selecionados, não estejam de acordo com as normas éticas e editoriais da revista.

. Preservar o anonimato dos autores e dos revisores durante o processo de avaliação.

. Garantir a inexistência de conflito de interesse em relação aos artigos, autores e/ou financiadores durante todo o processo editorial.

. Reagir com responsabilidade e celeridade a qualquer alegação de erro e/ou má conduta, garantido que todas as partes tenham direito de se manifestarem.

. Garantir que a integridade das pessoas e instituições afetadas em casos de má conduta sejam preservadas por meio da publicação de correções, esclarecimentos, retratações e pedidos de desculpa.

3. Os revisores devem:

. Assegurar o sigilo dos dados dos artigos em avaliação, não mantendo cópias de materiais não publicados em dispositivos próprios.

. Garantir um processo de avaliação isonômico, cuidadoso e ágil, auxiliando o corpo editorial nas tomadas de decisão.

. Informar sobre possíveis conflitos de interesse em relação aos artigos, autores e/ou financiadores.

. Comunicar ao corpo editorial eventuais suspeitas de plágio, autoplágio ou outras más condutas por parte dos autores.

Em caso de suspeita de prática de má conduta, os seguintes procedimentos serão realizados:

. Além dos procedimentos internos de controle de má conduta, o corpo editorial acolherá e analisará qualquer denúncia de atitude antiética que envolva os procedimentos, os integrantes e as publicações da RBEUR.

. Para o início de uma investigação, será preciso que a acusação seja baseada em evidências sólidas.

. Será oferecido a todas as partes a oportunidade de ampla defesa de seus argumentos, assim como o conhecimento das etapas da investigação e das possíveis consequências.

. Antes que a prática antiética seja devidamente comprovada, todas as alegações e acusações serão mantidas em sigilo do público mais amplo, preservando a honra e a integridade das pessoas afetadas pela investigação.

. Comprovada a má conduta, os seguintes procedimentos podem ser adotados, dependendo da gravidade da situação:

  1. elaboração e envio de documento de advertência aos acusados de má conduta alertando sobre os riscos de situações análogas no futuro.
  2. publicação de correções ou de esclarecimentos pelos autores cujo artigo contenha algum tipo de erro ou inconsistência.
  3. retirada de manuscrito do site da revista e publicação de documento com retratações e pedidos de desculpas às partes afetadas.
  4. informe do caso às autoridades superiores, como agências financiadoras e instituições de pesquisa às quais os autores estejam vinculados.

 

QUALIS/CAPES

Estrato - Área de Avaliação (2013-2016)
A2
 - Planejamento Urbano e Regional/Demografia
A2 - Arquitetura, Urbanismo e Design
A2 - Interdisciplinar
B1 - Antropologia/Arqueologia
B1 - Sociologia
B2 - Ciências Ambientais
B2 - Economia
B2 - Geografia
B3 - Engenharias I
B4 - Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo
B4 - Ciência Política e Relações Internacionais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES

2015

2016

2017

2018