Retratando os avaliados nas áreas básicas da Capes em 2001: a pesquisa nos programas brasileiros de pós-graduação segundo uma “área ANPUR”

  • Philip Gunn FAU-USP, São Paulo
Palavras-chave: pesquisa, programas de pós-graduação, avaliação, Capes.

Resumo

Este trabalho discute a base institucional para pesquisa nos programas brasileiros de pós-graduação, vista pela ótica dos programas membros da Anpur. A intenção é apresentar um retrato resumido das prioridades de pesquisa em cada programa, com base no Censo anual de dados e informações coletadas pela agência de fomento e de regulação do MEC – a Capes, responsável pela avaliação dos programas. As prioridades foram consideradas segundo as Linhas de Pesquisa anunciadas pelos programas, possibilitando não somente uma espécie de perfil dos programas componentes da Anpur, mas também facilitando um entendimento da história institucional e geográfica da pesquisa urbana e regional nas Universidades e Institutos de Pesquisa no País. O trabalho mostra que a maior parte dos programas atuais da Anpur tem vínculos históricos com a arquitetura e as linhas atuais destes programas refletem a própria história de ensino do modernismo nas escolas de arquitetura e urbanismo. Por isso a influência de um modelo de “áreas temáticas” de História, Projeto e Tecnologia se reflete nas linhas de pesquisa de muitos programas. Nem todos os programas membros da Anpur seguem esta “lógica” institucional e o trabalho tenta retratar de forma sumária as outras orientações institucionais que influem no perfil mais complexo e interdisciplinar da Associação, no campo de pesquisa.

pesquisa; programas de pós-graduação; avaliação; Capes.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2002-05-31
Seção
Dossiê Ensino e Pesquisa em Estudos Urbanos e Regionais